Como Sempre

Archive for junho 2007

calvin_jack.jpg

Anúncios

“Cold Case” é um drama sobre Lilly Rush (Kathryn Morris), uma dedicada detetive da Divisão de Homicídios da Philadelphia, que encontra um novo desafio quando é transferida para “cold cases” – crimes que nunca foram solucionados. Rush usava seu conhecimento instintivo de inteligência criminal em homicídios corriqueiros. Agora ela interroga testemunhas e averigua as circunstâncias e mudanças na vida das mesmas, contando com avanços na arte da investigação e encontrando novas pistas para resolver casos aparentemente sem solução. Rush também está ciente de que seu trabalho abrirá velhas feridas e poderá conduzir suspeitos a cometerem novos crimes. Ela encara sua nova missão como um momento decisivo na sua carreira, destinando todos os seus esforços para assegurar que as vítimas jamais serão esquecidas.

 

Rush e seu parceiro Scotty Valens

Vale lembrar q “Cold Case” é de Jerry Bruckheimer, o mesmo produtor executivo de “CSI” e “Without a Trace”.
Um dos destaques de “Cold Case” é a trilha sonora especial dos episódios, que faz uso não só de canções atuais, mas também de flashbacks. Cada episódio contem músicas que são escolhidas com base na história e na época em que os crimes ocorreram, elas se tornam essenciais para selar o envolvimento do espectador com a série.

Site oficial da trilha sonora: http://www.cbs.com/primetime/cold_case/tracks.shtml

Cold Case é exibido pela Warner Channel todas as segundas as 22hs e está na 4º temporada. Na tv aberta, Arquivo Morto (como é nomeado aqui), é exibido dois episódios todo domingo as 23hs no SBT.

Créditos a Dre, que em sua imensa boa vontade cunhou esta resenha, pois eu sou tao bom em fazer isso quanto um Iety calçando sandalhas chinesas… =D